É dramático ser criança negra no Brasil

Esta notícia é um pouco antiga, foi de novembro de 2006, mas achei interessante divulgar neste blog e publicá-la na capa de O Brasileirinho.

Para cada criança branca vítima da violência urbana no Brasil, duas outras negras são mortas, alerta o Fundo para Infância e Adolescência (Unicef).

A estatística faz parte de um levantamento feito pelo braço brasileiro da agência da ONU para chamar atenção sobre a dupla fragilidade das crianças negras do país.

Usando dados do Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD), a Unicef traçou um desenho sombrio de como o racismo afeta futuras gerações de brasileiros e compromete “setores-chave do desenvolvimento”, nas palavras da oficial de projetos da agência, Helena Oliveira Silva.

Segundo o PNUD, a taxa de homicídios registrada entre negros foi o dobro da registrada entre brancos no ano passado. Em 2000, de acordo com o Datasus, em média 14 adolescentes entre 15 e 18 anos morreram por dia no Brasil – destes, 70% eram negros.


O levantamento mostrou também que as crianças negras estão em pior situação na escola e no mercado de trabalho.

Fonte: BBC

Uma opinião sobre “É dramático ser criança negra no Brasil”

  1. achei de graande importância estes dados que nos ajuda a abrir os olhos a realidade atual .
    Parabéns pessoas como vocês que mudaram o mundo.

Olá, o que acha disso?