O amor que a gente sente

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Eu não sei de onde vem
Essa força imensa
Que invade o coração
Causando arrepios
Num simples toque de mão
Eu não sei se é sonho ou ilusão
Se este amor está certo ou errado
Só o tempo é quem pode dizer
Quero viver a realidade
Do futuro nem quero saber
Contigo sonho acordada
E junto a você
Não penso em mais nada
Penso em você toda hora
Não te esqueço
Nem um segundo
Lembro de você agora
Lembro deste olhar tão profundo.
Menti pra mim mesma
Jurando não te amar
Sofri demais por isso
Pouco a pouco me entregando
Não deu mais pra agüentar!
Demorei a perceber
Que sem você
Não posso viver
Este poema feito pra ti
Confessa que te amo
E que nunca te esqueci
Te amo menino-homem
Sem medo de ser feliz
Te amo e te quero comigo
Ter você foi o que eu sempre quis
Amor de menina-mulher
Ainda adolescente
Amor não inventado
Amor que a gente sente

Márcia Cristina Moraes


De seu e-mail mande poesia, desenho, curiosidade, piada, charada, histórias, notícia, sugestão, fotos OU matérias relacionadas a educação, saúde, meio ambiente, entre outros assuntos de interesse geral. Mande para nosso e-mail meubrasileirinho@gmail.com ou clique no botão ENVIAR EMAIL e mande pelo formulário. Precisamos de sua participação para que O Brasileirinho fique cada vez melhor

CompartilheShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on Twitter0

Olá, o que acha disso?