Categorias

   

Recentes

Temas

Translate


Sala de Bate-Papo

Pesquisar


Ajude a divulgar


Ajude a divulgar O Brasileirinho. Escolha um botão ou banner educativo, copie o código e cole no lugar que você deseja que apareça em seu site ou blog (só aparece o botão ou banner) Veja outros modelos

Newsletter

Email:

Os índios de hoje já não são como os de antigamente

Esta matéria escrita por Maria Pia Palermo e pertencente a agência Reuters foi publicada originalmente com “Com câmeras na mão, jovens indígenas lutam para manter tradição” e parte dela reproduzimos aqui:

Índios do parque do Xingu aprendem a usar câmeras de foto e vídeo digital para registrar sua história.

O jovem Takumã Kuikuro, parado ao lado de uma câmera sobre um tripé, com o rosto e o corpo pintados, entrevistava o cacique dos nafukuá no meio da aldeia Ipatse, da etnia kuikuro, no Alto Xingu.

Também nu e pintado, o chefe revezava o olhar entre a lente e o jovem cineasta, enquanto contava que se arrepiou ao ver os filmes feitos pelos índios.

“Ele gostou do filme, achou bonito, e disse que a gente pode levar isso adiante para nossos filhos e netos”, afirmou Takumã, 23, traduzindo os comentários do cacique sobre o que viu projetado em um imenso telão, com a ajuda de um gerador, no centro da aldeia na noite de sábado.

Takumã é um dos seis jovens realizadores, como se chamam na aldeia os iniciados na arte de filmar, que com suas duas câmeras digitais registravam incansavelmente todos os momentos da festa do lançamento do DVD “Cineastas Indígenas”.

O evento no final de semana também comemorou a inauguração do centro de documentação da Associação Indígena Kuikuro do Alto Xingu, na aldeia do Parque Indígena do Xingu, que reúne 14 etnias e uma população de cerca de 5 mil indígenas em 27 mil quilômetros quadrados, no Mato Grosso.

Ao olhar dos jovens índios não escapavam nem os visitantes brancos, também com suas câmeras de filmar ou fotográficas, e apontavam a filmadora impiedosamente, invertendo o foco, até então centrado só neles.

Os curtas-metragens “Imbé Gikegü” (“Cheiro de Pequi”, 2006) e “Nguné Eu” (“O Dia em que a Lua Menstruou,” 2004), ambos premiados em festivais nacionais e internacionais, foram aplaudidos no sábado por uma platéia de habitantes locais e convidados de outras etnias espalhada pelo chão da parte central da aldeia, circundada por malocas. Os filmes contam, em kuikuro mas com legendas, lendas do seu povo.

Na mesma noite, sob um céu estrelado, o público assistiu ao novo trabalho do jornalista e documentarista Washington Novaes, que duas décadas depois de realizar “Xingu, a Terra Mágica”, lança uma nova série, “Xingu, a Terra Ameaçada”, que estréia dia 29 na TV Cultura.

Se quiser ler mais clique em Reuters

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... Data:25/07/2007|Categoria:[ATUALIDADES]

34 respostas para “Os índios de hoje já não são como os de antigamente”

  1. flor disse:

    eu gostaria que vocês soubessem que vocês criaram uma reportagem horrível que não tem nada a ver com o que quase todos procuram

  2. tiago disse:

    aiai comesa a entra no site mas legal filho da puta
    vai logo e um horor

  3. Mary Janne disse:

    Gosto muito desse site, muito interessante este assunto sobre os índios, fico feliz que os índios estejam evoluindo mas triste em saber que essa não é a cultura nem a realidade que muitos deles queriam, o homem esta acabando com a cultura dos indígena, parabéns pelo site. bjao

  4. flávia suelen lopes da puresa disse:

    Olá boa noite

    eu volto a comunicar que eu estou vendo se e oque eu preciso mais mesmo se não for preciso continuo gostando deste site !!!!

    ass:Flávia Suelen

  5. flávia suelen lopes da puresa disse:

    Olá tudo bem !
    gostaria de comunicar que este site está fazendo um sucesso e, eu acho que tem oque eu preciso eu gostei muito legal!!!

    comunicado escrito por Flávia

  6. yasmin disse:

    eu odiei naotem nada sobre os indios e eses que gostarao nao procuravam sobre indios

  7. Mariana B, disse:

    olá ,nao me ajudou..pensei que haveria uma comparaçao entre os indios de antigamente e os de hoje (era o que desejava).
    porem é uma exelente matéria.

  8. kardenya disse:

    eu amei ese saiti genti tenta a cha e se nomea aki obrasileirinho vao come sar ta:
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkbrasileirinhokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkdddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddddffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeegggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggggccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccpppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppppccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccccchhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

  9. lindinalva disse:

    eu gostaria de que fosse pesquisas de indios não de otras coisas eu quero uma pesquisa dos indios de ontem e os de hoje

  10. maria disse:

    eu nao gostei pq nao tem nada que eu procuro!!!

  11. thaylla disse:

    eu adorei esse saite é muito legal

  12. hallif disse:

    os indios antigamente

  13. Jackson Rubem disse:

    E o que você queria, Maria Vitória? No caso você comentou no tópico “Os índios de hoje já não são como os de antigamente”. Era sobre índios? Sobre o quê? Se falar o que procura, poderemos ajudá-la.

  14. odiei esse site nao tem nada sobre o que estava escrito no começo,pois nao achei nada do que dizia.nao me ajudou em nada do que queria!!!

  15. Karen disse:

    eeeu não gostei desse site, não falou oq eu queria ¬¬

  16. Jackson Rubem disse:

    Obrigado, Vianne, por seu comentário.

  17. vianne disse:

    ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  18. Jackson Rubem disse:

    Obrigado!

  19. Jackson Rubem disse:

    Obrigado, Hemillay Alves, por gostar do nosso site e pelo incentivo.

  20. hemillay alves leal carvalho disse:

    gostei muito mesmo continue fazendo essas entrevistas bacanas oK BJSSSSSS MUITO LEGAL D+

  21. hemillay alves leal carvalho disse:

    gostei muito mesmo continue fazendo essas entrevistas bacanas oK BJSSSSSS

  22. katheryne disse:

    É muito legal o estudo da escola eu sempre me interessei por coisas da escola,não sou umas das pessoas que ficam conversando,não prestando atenção as aulas do professor{a},e sempre fui admirado por todos os professores e essa história dos índios e outros estudos é muito importante para nós seres humanos porquê sabemos outras coisas que nunca sabemos

  23. katheryne disse:

    [red]que legal a gente ver coisas interessantes.

  24. inara disse:

    eu gostei muitoooooooooo de site,achei educativo….

  25. Anonymous disse:

    interessante

  26. Anonymous disse:

    Olá!
    Sou Mauricio, lendo parte deste documentário deu para perceber o potencial dos indios do nosso Brasil, o tema de meu TCC é o aspecto juridico das reservas indiginas e função das mesmas em relação a preservação do meio ambiente. Estou procurando conhecer mais sobre os indios, seus costumes e suas mudanças. Boa sorte e Sucesso!

  27. Anonymous disse:

    tambem axo q naum tem nada eu estou procurando sobre como os indios estao hoje em dia comparado a como eles eram antigamente.

  28. Anonymous disse:

    Esse trabralho nãoo tem nada !

  29. Anonymous disse:

    muito interesante isso!!!
    gostei!

  30. Anonymous disse:

    infelismente naum era isso q eu tava procurando

  31. Anonymous disse:

    infelismente naum era isso q eu tava procurando

  32. Anonymous disse:

    tatiana
    os indios de hoje estao praticamente se igualando aos outros povos, perdendo as suas culturas devido ao contato com os “homens brancos” que pena pois os indios sao puros e nao tem maldade na cabeça

  33. Anonymous disse:

    eu gostaria de noticias dos indios de hoje que foram escritos recentemente…é para um projeto meu e eu espero que me responda o mais rápido possível.
    obrigado

  34. Anonymous disse:

    Arrazaaraam…

    Hang Loose…

    pra voocs

Deixe uma resposta


Sobre

;O Brasileirinho

A primeira edição impressa saiu em 28 de agosto de 2001 e desde então o jornal tornou-se um porta-voz de crianças e jovens, atuando em defesa de seus direitos e dando-lhes um espaço para mostrar o que pensam e publicar suas obras. Leia mais sobre o jornal.

Jogos

Super Mario

Diversos tipos de jogos como Scooby-Doo , o bom de bola, Bandicoot Crash , o jogo mais procurado do mundo, Super Mario Bros 3 , Splatman , porcos voadores , Frogger, o jogo para todas as idades, Mu Mu , entre tantos outros joguinhos. />

...